Blog


Nos Campos da NFL – Mercedes Benz Superdome – New Orleans

Nos Campos da NFL – Mercedes Benz Superdome – New Orleans

Ahhhh, NOLA....que cidade singular ... história, cultura gastronomia e Football  !!  A princípio, em seus arredores do aeroporto até o CBD – Central Busines District, onde está o Superdome – parece com qualquer cidade americana, mas ela não esconde locais que são diferentes e únicos ... que não se encontram nos EUA.  Ainda é uma das cidades mais violentas para os padrões americanos e vemos sim sinais de pobreza aqui e ali, mas ainda assim nos sentimos seguros... é fantástica e acolhedora !!.... o turismo é ótimo.

Excelente para se visitar e obrigatória para os fãs dos Saints, com uma história riquíssima. Já foi a maior, mais rica e prospera cidade dos Estados Unidos, tem uma mistura de culturas impressionante, palco importante da Guerra de Independência e da Guerra Civil Americana. Passou por catástrofes, e não foi só o Katrina....incêndios, epidemias de febre amarela.... e mais! Perdeu muito e ainda se recupera do furacão de 2005. História de superação de uma comunidade, um time que salvou a cidade e a cidade que reergueu uma equipe! Vale muito a pena conhecer suas histórias e seus encantos mesmo que você não tenha intenção de visita-la

Mardi Grass, Jazz, Plantations, Bayou, French Quarter, Passeio no Rio Mississipi, Garden District, Museu da II Guerra, Bourbon Street, Audubon Zoo, Aquário das Américas, Canal Street, French Market, Jackson Square, Músico de rua (link abaixo), Cemitérios (!!), Chalmette Batlefield, Frenchmen Street, a lista é interminável. Não tive tempo de ir às plantations e ao Bayou ver jacarés, mas o resto é incrível.

A culinária é indescritível, dispensa comentários: Jambalaya, gumbo, Po’boy, mufuletta, beignet, só para citar o que experimentamos.... mas tem muito mais.... frutos do mar, temperos e sabores fantásticos.

 

      

Arquitetura do French Quarter na Bourbon Street – e Voodoo contra os Falcons na calçada !!

    

Final da Bourbon Street, onde já são poucos os bares!!

   

O autêntico Hurricane do Pat O’brien’s e o a Bourbon Street no comecinho da noite.

Já no primeiro dia fomos ao Superdome, e no dia seguinte mais duas vezes: para comprar algumas coisinhas e depois para “aquela” Jersey oficial e customizada!

A loja do Saints é realmente enorme. A parte de roupas é completíssima, mas senti falta de mais itens na parte de bugigangas, rs!

   

Panorâmica do Superdome a partir da Poydras St. e uma das entradas na mesma rua

                                                 

                                                                              Lojinha do Saints.

O Mercedes Benz Superdome se destaca na paisagem do CBD. É imponente e ainda diferente, um dos estádios mais antigos da NFL. Fica no centro, facílimo de se chegar de streetcar, ônibus ou mesmo a pé. Como estávamos no French Quarter, no dia do jogo pegamos o streetcar (bondinho), mas um pouco mais perto do estádio não teve jeito, tudo parado e fomos curtindo o resto do trajeto a pé.

     

Na verdade, usamos a linha vermelha até o estádio, a linha verde acima é só para ilustrar!! Bourbon Street próximo ao nosso hotel, Início da noite da partida contra o Falcons. Isso ficou uma loucura após o jogo.

Apesar de muito cheio, as filas estavam muito bem organizadas e a entrada no estádio foi emocionante. Gritos de ordem e WHO DAT!! Percorrer os corredores e rampas do Superdome com aquela galera é surreal. Um pouco datado, mas ao mesmo tempo conservadíssimo e “modernizado”, com todas as comodidades de uma arena moderna – segurança, limpeza, comida e bebida.

    

Entrando no Superdome

Entramos pela esquerda (na foto), em frente à Champion Square e próxima à estátua do “Rebirth”.

A felicidade estava estampada em toda a Who Dat Nation!!!

Sair dos tuneis e do anel de serviços e entrar na arquibancada, vendo o campo com o emblema do Saints.... não tem preço. Em cada assento havia uma “terrible towel” preta com a Fleur-de-Lis dourada. Acolhedor, o Superdome proporciona boa visão do campo em praticamente todo seu entorno.

    

Por dentro do Superdome.

A vibração da massa é contagiante, bem mais do que eu vi em um jogo dos Bucs – o Who Dat Chant é de arrepiar !!! (veja exemplo no link abaixo). Torcida fantástica, que ao menor pedido de “make noise” dos telões ou displays sob os anéis, faz um barulho ensurdecedor, fica de pé, agita as toalhas.... WOW – Fan Impact Play..... é quase garantia de down perdido!! Superdome sempre em 3º ou 4º nas listas de estádios mais barulhentos da NFL. Infelizmente aqui não dá para exemplificar o que é estar no Superdome.

É uma festa, tem Jazz e ninguém para nas arquibancadas. Tá bom, ficam vazias a cada interrupção mais demorada, pois o pessoal vai comer jambalaya, beber ou ir ao banheiro! O jogo não acabou com emoção pois a vantagem do Saints era confortável no final. Melhor assim!

        

  

Fim de jogo

 

O público oficial daquele jogo da semana 06 foi de 73.018 pessoas, em um dos poucos jogos que o Saints ganhou. Não foi uma temporada boa com 7-9, mas tivemos o prazer de ver o Saints ganhar do grande rival.

Nola & Saints ....... WHO DAT!

 

Deixe seu comentários e perguntas ! Terei muito prazer em compartilhar as respostas com vocês.

Vídeos autorais:

https://youtu.be/vhN26nviCUo ( Entrando no Superdome)

https://youtu.be/uKMfuwshR3E ( Make Noise )

https://youtu.be/rOMyA0NvhOI ( Saindo do Superdome )

https://youtu.be/rTYujyY0L-0 ( End Game )

https://youtu.be/0WPmy6Mr_1Y  ( Música de Rua – não perca )

 Who Dat:

https://www.youtube.com/watch?v=T2u9zTGDZCg

https://www.youtube.com/watch?v=_PTRU-ueim4 ( Who Dat Chant – Dree Brees )

https://www.youtube.com/watch?v=WW-eT-lrkuU

https://www.youtube.com/watch?v=V3Vr4qfZYc0

 

Links Diversos:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Nova_Orle%C3%A3es

https://pt.wikipedia.org/wiki/Mercedes-Benz_Superdome

http://www.mbsuperdome.com/about-us/event-highlights  ( não deixe de ver )

https://www.visiteosusa.com.br/destination/nova-orleans

http://www.qualviagem.com.br/nova-orleans-no-ritmo-do-jazz-o-renascimento-de-uma-cidade/

https://www.viajali.com.br/nova-orleans-coisas-que-voce-precisa-saber-antes-de-chegar/

http://www1.folha.uol.com.br/turismo/2016/11/1832661-nova-orleans-vai-alem-do-jazz-e-guarda-a-historia-dos-estados-unidos.shtml

 

Junior Já assistia NFL nos anos 80, mas com assíduidade de verdade desde 1994. Torce pelos Broncos e Saints , mas também  gosta de outros times (Bucs, Packers, Cardinals, 49ers, Cowboys, etc...).  Em condições especiais pode torcer para algum outro (rs).